Tem coisas que não fica fácil explicar, muito mais difícil entender: o prefeito de Itabuna, no Sul da Bahia, Augusto Castro, quer autorização dos vereadores para “um empréstimo internacional de 30 milhões de dólares”. O prefeito Gugu argumenta que seu desejo é “investir em infraestrutura”. Por outro lado, vai gastar mais de dois milhões com evento festivo em julho deste ano. Dessa forma, fica difícil o cidadão itabunense entender o que, de fato, é prioridade na sua gestão. Como a Câmara é praticamente a extensão do gabinete do prefeito, o projeto (mesmo com jogo de cena) será aprovado pelos vereadores. Quando tudo se transformar em realidade, resta à população acompanhar a execução desses milhões de dólares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.